O Colégio São Benedito

Com mais de 40 anos de experiência e um projeto inovador, o Colégio oferece uma educação de qualidade, desenvolvendo responsabilidades, habilidades e competências do aluno na formação de valores morais e éticos.

Com garra e determinação de nossos profissionais, da equipe gestora do Centro Comunitário, a evolução da instituição se mostra no dia-a-dia.

As aulas são ministradas por educadores com excelente formação, com o apoio dos recursos didático-pedagógico, tornando o processo de aquisição do conhecimento muito mais dinâmico, significativo e motivador por meio de jogos, debates, pesquisas, exposições, atividades lúdicas, esportivas, envolvimento em projetos sociais e culturais, grande variedade de jogos pedagógicos, livros infantis, infanto juvenil e clássicos da literatura.

Os professores envolvem os alunos em aulas criativas e diversificadas em salas ambientes de laboratório de ciências e artes.

Os alunos desenvolvem a oralidade e a escrita na pré-escola, isso faz com que as crianças expressem suas preferências e respeitem as dos colegas. Os projetos são interdisciplinares e abrangem todas as áreas do conhecimento.

O corpo docente é levado a refletir e relacionar os fatos, os conteúdos proporcionando o desenvolvimento.

Educar é indicar caminhos, segundo a filosofia da escola, o diálogo inter-religioso deve ser estimulado, assim como a interação entre alunos.

Em um ambiente de segurança e elevada auto-estima, a criança e o jovem adolescente são valorizados em suas descobertas e conquistas, formando a confiança na própria capacidade de aprender e de enfrentar mudanças.


criação da escola

No ano de 1969, o prefeito de Limeira, Sebastião Fumagalli doou ao padre Gustavo Mantovani, pároco da Igreja São Benedito, alguns brinquedos para que fossem aproveitados na comunidade.

Como a paróquia possuía um terreno atrás da igreja, o padre Gustavo, junto com o Conselho Administrativo da Paróquia, resolveu investir na área da educação. Assim foi iniciado no dia 9 de fevereiro de 1970 o Parque Infantil Gasparzinho.

Inicialmente existiam apenas algumas turmas: pré-escola, jardim II, jardim I e maternal. Em 1973, a escola foi reconhecida pela Secretaria de Educação do Município.

Os pais das crianças que frequentaram essas primeiras séries, solicitaram ao padre Gustavo que a Igreja oferecesse as outras séries, para que elas pudessem continuar o estudo na escola da paróquia. Assim, aos poucos, já na década de 1980, surgiu o Colégio São Benedito, de ensino infantil e também fundamental.

Além do prédio antigo (que durante muito tempo serviu para uso pastoral da Igreja), foi construído um novo prédio para abrigar as novas salas. Em 1999 foi iniciada a construção das novas instalações do Gasparzinho. E foi na década de 2000 que o Colégio passou a oferecer também o ensino médio.

Uma curiosidade: o nome Gasparzinho deve-se a um personagem de desenho infantil da época, muito querido pelas crianças. O desenho “Gasparzinho, o fantasminha camarada” era exibido diariamente pela televisão.

Por que a escolha do nome São Benedito para o Colégio?

Uma homenagem ao padroeiro da paróquia, o São Benedito. O colégio, aliás, é um colégio paroquial – ou seja, está ligado desde sua origem a Matriz de São Benedito.

NOSSOS IDEIAIS

Incialmente, o que pretendemos é melhorar a estrutura da escola (quadra, salas de aula, anfiteatro, etc.) e investir cada vez mais na formação dos professores .

A Igreja interfere em alguma coisa dentro da escola?

O São Benedito é um colégio paroquial – ou seja, está ligada a Paróquia de São Benedito e o pároco da Matriz de São Benedito é o primeiro responsável pelo colégio. Além de zelar pela boa administração do colégio, o pároco procura conservar o caráter cristão do ensino, visando não só a formação intelectual, mas também a formação humana, ética e espiritual dos alunos.

No que diz respeito a administração, colégio e paróquia são independentes. A paróquia não investe recursos no colégio, e nem o colégio investe recursos na paróquia. A paróquia sobrevive com seus próprios recursos (dízimos, coletas, campanhas...) e o colégio sobrevive a partir do pagamento das mensalidades.

O pároco da Igreja São Benedito participa das principais decisões referentes ao colégio, mas ele não decide sozinho. Existe uma diretoria – que nós chamamos de mantenedora – composta por fiéis da Igreja e também pela diretora do colégio. É essa equipe que auxilia o padre na administração do colégio e é junto com ela que ele toma as principais decisões.

Além do pároco da Igreja São Benedito, a mantenedora inclui mais 11 pessoas; uma parte delas são educadores (professores, diretores de escola) e outra parte são empresários. Essa equipe, com profissionais de várias áreas, se preocupa com os aspectos pedagógicos e administrativos do colégio.